quinta-feira, 17 de março de 2011

No compasso do desejo

Dizem que eu não sou aquela que tu procuras que não sou e nem serei tua,
 Mas se tu vieres dizendo que é meu só pra me deixar feliz por umas horas,
Faço-me de tonta e esqueço todos nesse tempo.
Esta noite não serei eu e ainda assim serei o mais verdadeira que posso ser.
Alguns goles de vodka para esquentar a noite,
Algumas palavras pela metade para quebrar o gelo.
Vem chega mais perto que eu te deixo tirar minha blusa, se tu me deixar abrir teu zíper.
Perdi-me entre mãos, suor e lençóis.
Achei-me entre vontades, verdades e mentiras.
Será loucura?  
Talvez realmente seja…
Não quero pensar nisso agora.
Ainda posso sentir cada toque,
Cada suspiro,
Corações que batem ritmados seguindo o compasso do desejo.

5 comentários:

Noemia Partelli disse...

Seguiindo aki tbm *-*
beeijoos'

Sob as Colinas e até o fim disse...

segui aquii!
adorei seu post.

Beeijos ;*

Sob as Colinas e até o fim disse...

seguindo aquii !
adorei seu post.

;*

Apaixonados disse...

*-* Muito bom!

Thai

Alice Oliveira disse...

Adorei o seu blog!
já estou seguindo :D
beijinhos

www.rebucomcafe.blogspot.com

Postar um comentário

Followers