sábado, 21 de maio de 2011

Em cada página um mundo novo

Deixei por ai pegadas que não são minhas, corri por vales desertos e naveguei por mares nunca antes cruzados. 
Em cada página um mundo novo.
Tenho sede de conhecimento, necessidade de comunicação. Ainda assim me recolho no meu silêncio e me deixo alimentar apenas de tuas palavras.
Sinto cada brisa descrita, cada vestígio de coração palpitante.
Quero ser princesa. Provei maças envenenadas.
Identifico-me com a bruxa. Sou uma pessoa má.
Tenho sentimentos. Sou uma pessoa real.

3 comentários:

Vanessa Carvalho. disse...

Belíssimo texto.

PriMartins disse...

Que lindo texto *-*

Guilherme D. Dutra disse...

Oh mundo real!
Perdemos a coragem de clarear com a aurora. O coração palpita devagar. O relogio é egoista. Nós soh queremos um sorriso sincero.
Porem, chorar, não vai fazer voltar.
Pessoas perseguem a felicidade.
Por isso temos que estar bem. Sempre.
Para te-las perto da gente, e dessa vez, nunca deixa-las partir.
Felicidade não é utopia. É estado de espirito.

Postar um comentário

Followers