sexta-feira, 17 de junho de 2011

Insensatez


Tudo parece depor contra você.
Teu cabelo milimetricamente bagunçado,
Teu perfume escolhido a dedo para a ocasião.
Cada detalhe, cada sorriso, cada toque.
São como um aviso de perigo
Que eu displicentemente insisto em ignorar.
Você inconscientemente (ou conscientemente, não sei)
Parece dizer (mesmo sem pronunciar uma única palavra)
“Não perca seu tempo comigo, não vale a pena.”
Entretanto, tudo o que eu parecia escutar era:
“Decifra-me! Ou te Devoro.”
Meu coração grita, exige,implora pelo teu nome,
Minha razão joga na minha cara que você não merece meu coração!

4 comentários:

Sr. Lunático disse...

“Decifra-me! Ou te Devoro.” - As vezes é mais fácil ser devorado por alguém do que decifra-lo...

Jéssica Gomes disse...

"pra quem sabe olhar pra trás nenhuma rua é sem saída"

curti, adoro coisas mórbidas.
;*

Jéssica Gomes disse...

Decifrar pra quê?
Na maioria das vezes o bom da vida
é ser devorado...
O inesperado é o que mais atrai...

Rubi disse...

Breve e pofundo.
Gosto disso!
*Concordo com os comentários acima ;)

Postar um comentário

Followers